Autoestima: Você é o seu maior patrimônio

Você tem sofrido por dificuldade de se autoafirmar e não saber recusar aquilo que não quer nos
relacionamentos, seja ele afetivo ou social?
Se isso vem acontecendo, antes de tudo, é preciso refletir sobre a sua autoconfiança, pois ela pode
estar fazendo você não se dar o próprio valor. E por causa disso, estar se sentindo desamparado(a)
e acabar esquecendo de si, fazendo mais pelos outros na tentativa de se sentir bem-querido(a) ou
manter harmonia nos ambientes. E nessa tentativa, acabar cedendo muitas e muitas vezes.
Perceba que você é o seu maior patrimônio. Por isso, não se sinta rejeitado(a) na relação com o seu
corpo ou sua libido ou com sua autoimagem… Se atente para não cair no engano de tentar ser o que
os outros querem. Toda pessoa tem dentro de si qualidades incríveis que está lá dentro e não
desabrocha pelo fato de focar somente nos outros. Quando a vida traz situações difíceis no campo
dos relacionamentos, é porque o universo quer que você busque esse valor que tem dentro de si.
Para que você aprenda a colocá-lo para fora e equilibrar algo que está desequilibrado dentro de você.
Ninguém pode viver a vida inteira se sentindo mal por não ter o seu lugar no mundo e não fazer nada
para que isso mude.

Reconhecendo o seu valor: descobrindo a si mesmo

Conhecer a si mesmo, sentir seu próprio corpo, se olhar no espelho, aliás, tenha sempre um espelho
em casa, e grande, para que você sempre se olhe e se reconheça. Perceber o que você gosta em
seu corpo e o que não gosta, aprender a acolher, pois muitas vezes, isso que você não gosta, passa
até despercebido pelos outros, só você percebe. Afinal de contas, todo mundo tem algo de que não
gosta em si. Respire e relaxe! Ninguém é perfeito. Busque meios para enaltecer, valorizar suas
qualidades, o que você tem de melhor. Você já é um ser tão valioso só pelo fato de você existir, pois
naquela briga por fertilizar o óvulo da sua mãe, foi você o(a) guerreiro(a) que conseguiu esse feito.
Sendo assim, seja grato (a) por isso, siga em frente, se valorizando, se embelezando, curtindo
momentos com você mesmo(a). Aprenda a investigar sobre você, quem você é de verdade, do que
realmente gosta, do que não gosta, o que te dá prazer, o que te irrita, o que te deixa alegre…

É muito importante se valorizar, pois quem não se valoriza acaba aceitando tudo que não quer. Assim,
é preciso que você entenda que na vida, tudo só se estabelece bem, a partir do equilíbrio entre as
nossas vontades e as dos outros. Ser a pessoa que sempre assume o papel de ceder às vontades
dos outros, com o tempo isso pode custar muito caro. Ao ponto de você adoecer tanto física quanto
mental e emocional, pois tudo está conectado. Dessa forma, um adoece e começa a adoecer os
pontos também. Não respeitar esse limite, pode te levar ao acúmulo de problemas por aceitar tudo,
podendo desencadear depressões que se não cuidar pode tomar grandes proporções.

Como se desvencilhar dos problemas que te leva a baixa-autoestima?

O mapa astral indica onde está a área em que você tem uma certa dependência, ou seja, onde você
é capaz abrir mão por medo de perder o que você tanto gosta e acaba se submetendo ao que não
quer. O mapa astral mostra também, como encontrar o seu ponto de poder e virar esse jogo. Quer
saber onde você é dependente? Entre em um dos canais de contato e saiba mais sobre você.

Para conhecer mais sobre o meu trabalho CLIQUE AQUI.

Gostou do conteúdo? Compartilhe.

× Precisa de Ajuda? Chama no Whats!